Idiotices de meia lua

No times: Muslim medical students get picky

Existem estudantes de medicina muçulmanos que não querem saber sobre DSTs e álcool por conflitos religiosos. Até há os que se recusam a examinar mulheres. Nos comentários aparece gente indignada por a notícia não dar a ideia certa do que é o Islão, apesar de o jornal fazer questão em usar ‘Some’ e ‘a small number of’. Aquilo é uma notícia sobre um facto aberrante e não um tratado sobre médicos muçulmanos! É o costume, também quando se fala em terroristas islâmicos é preciso sempre juntar no fim um “Islão é Paz”, não se vá ferir as susceptibilidades religiosas.

Na Sainsbury’s, cadeia de supermercados e lojas de conveniência inglesa, não só o caixa se pode recusar a vender álcool, um farmacêutico também pode recusar a pílula do dia seguinte a uma cliente. Tudo pelo respeito das convicções religiosas dos empregados. Imagino um caixa ecologista que só deixa passar orgânicos, ou um bibliotecário ateu a se recusar a indicar onde está uma bíblia. Seriam mandados para o desemprego, e com justa causa.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s