Outra coisa que os Finlandeses deviam saber sobre Portugal…

…é que cá não se pode confiar no que um órgão da administração pública diz. Este vídeo é assinado pela câmara de Cascais:

Vale muito a pena ler a errata publicada no The Extraordinary Life of Steed. Espero que ninguém tenha enviado o vídeo aos finlandeses.

7 responses to “Outra coisa que os Finlandeses deviam saber sobre Portugal…

  1. A errata publicada no The Extraordinary Life of Steed é tão ou mais incongruente que este vídeo e contêm um inúmero conjunto de erros…pior do que corrigir erros, é corrigi-los mal.

    • Podes desenvolver? estou a achar muito interessante o burburinho que se tem criado à volta do video quer a defender quer a atacar…

    • Joel, estou com o BM nesta…seria interessante que fundamentasse um pouco, de preferência no Steed onde terá mais visibilidade.

  2. já agora, aqui está o comentário que tentei fazer no tal post, mas que “não passou”:

    Já que é para ser rigoroso, então sejamo-lo:
    1-“Os fenícios,(…) passaram por cá e por inúmeros outros lugares.”
    R: ok, e então?

    2- “Se 20% da população luxemburguesa (…) isso é motivo de orgulho porque…?”
    R: Não é motivo de orgulho, é um facto. Orgulha tanto como a passagem dos Fenícios por aqui.

    3-“Também não inventámos o canhão (…)”
    R: Mas fomos os primeiros a utiliza-lo para construir um império

    4-“A vela latina foi inventada pelos árabes.”
    R: pois foi, mas nós é que a soubemos usar para contornar África. Também foram os alemães que inventaram o foguetão, mas foram os USA que chegaram à lua.

    5-“A tecnologia da Via Verde foi criada na Noruega.”
    R: Por acaso a tecnologia é militar, e a ideia de a utilizar em portagens é americana. Portugal foi o primeiro país do mundo a aplica-la em todas as portagens de um país.

    6-“Se somos o país com menor número de patentes (…) isso é(…) negativo.”
    R: Sem dúvida. Por tb ser autocrítico é que o video não é propaganda pura.

    7-“Praticamente todas as culturas com forte presença do porco (…) comem “o porco todo””
    R:ok, e então? Nunca no video se diz que somos os únicos…

    8-“(…) não foi a manifestação dos portugueses que levou a Indonésia a abandonar Timor-Leste.”
    R: durante largos anos a ÚNICA voz no concerto das nações que lutou pela autodeterminação de Timor Leste foi a de Portugal. Quando D.Ximenes Belo ganhou o nobel da paz foi Jorge Sampaio, então presidente, o veículo dessa voz nos media internacionais. Sem a diplomacia portuguesa o resultado não teria sido o que foi.

    É evidente que o video está cheio de generalizações e simplificações, erros até se quiserem. Mas trata-se de responder a outra espécie de generalizações, as que nos retratam como um país de indolentes, preguiçosos, bêbados e relaxados que não pagam as suas dívidas. Lamento, mas identifico-me muito mais com o que é dito no video do que com essas outras ideias feitas.

    • concordo plenamente. acho alias que devia deixar este comentário no blog original. é que já chega deste fado deprimente de masoquismo em relação a portugal. por isso é que gosto do video, por ser relaxado e optimista, até sarcastico. parte essa que acho que o autor do outro blog claramente não teve a lucidez para perceber.

    • 1,2,6 e 7: tem razão.

      3, 4 e 5: o vídeo apresenta-os como invenções portuguesas, o que é falso. Ainda sobre estes pontos:
      – O uso de canhões para forjar impérios também não foi invenção portuguesa, os chineses inventaram-nos, os otomanos popularizaram-nos, e no caso particular do carregamento pela culatra a honra cabe ao império francês.
      – A via verde foi concebida por noruegueses e a Noruega foi o primeiro país a implementar um sistema do género. Sim, o conceito e tecnologias subjacentes já existiam há décadas, mas não me parece ser aí que queriam chegar os autores do vídeo.

      8: Ninguém põe em causa o empenho português na causa timorense, mas a verdade é que não teve assim tanta influência na independência. O britânico que filmou o massacre de Dili e os noruegueses que decidiram entregar o Nobel a Ximenes Belo e Ramos-Horta fizeram muito mais pela divulgação da causa que a manifestação portuguesa a que ninguém ligou. No fim, o que acabou por despoletar a independência foi a mudança de regime na Indonésia por questões internas.

      Quanto à conclusão, penso que preguiça na verificação de factos não será a melhor forma de combater o preconceito de quem nos acha preguiçosos.

  3. José Luís Damásio Roquete

    O Dr. António Cachucho, presidente da Autarquia cascalense deve vir a terreiro, e pronunciar-se sobre o vídeo, a intenção e qual a reacção da direita nacionalista finlandesa, quando o receberam.È que é a direita Viking que está a colocar em causa o empréstimo agiota da troika/FMI! Ele que passa agora “santavidinha” a pronunciar-se sobre o bloco central PSD/PS.`´E que o “lixo” das agências de rating já chegou à Câmara de Cascais!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s