Hoje descobri que sou pobre, mesmo pobre

Só hoje li o maravilhoso artigo de opinião de José António Saraiva no Sol. Nele fiquei a saber que a classe média em Portugal anda de Mercedes Classe E, veste Armani, bebe vinho francês, cerveja importada, água Vichy, festeja com Moët & Chandon e viaja em primeira classe para pernoitar em hotéis de 5 estrelas. Portanto para ele a solução para sair da crise é simples: esta classe média que endivida o país tem de cortar nas pipocas. Comprar um classe C, por exemplo (a sério, diz mesmo isto). É isso e os restaurantes servirem doses mais pequenas (mais uma vez, não estou a inventar). Este homem é um génio!

Parece que José Antóni0 Saraiva dá 400€ por uma par de sapatos que nem viu antes se eram confortáveis; nem sequer quis saber do preço antes de os mandar embrulhar. Isso de ter em conta o preço das coisas antes de comprar só os muito pobres é que o fazem. Eu vou continuar com o meu utilitário japonês, a comprar vinho alentejano por menos de 5€ e a beber água da torneira, mas agora com o orgulho de ser mais asceta que um monge tibetano. Como diz um dos comentários: «Não fosse um artigo online se calhar também conseguia poupar no papel higiénico.»

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s